• Whatsapp:
  • (33) 9.9946 - 1734

Portuguese English Spanish

OBÁ

 

Foi a terceira mulher de Xangô e sua Lenda fala de uma terrível rivalidade entre ela e Oxum, sua segunda esposa. Sabendo do apetite de seu marido, procurava sempre surpreende-lo com pratos de que gostasse. Um dia, Oxum resolveu pregar uma peça em Obá e apareceu usando um lenço enrolado em volta da cabeça, escondendo as orelhas. Disse que havia preparado suas orelhas numa receita muito especial, e servido a Xangô. Querendo agradar seu esposo, Obá resolveu imitar a rival. Cortou uma de suas orelhas e preparou a receita para Xangô. Ele ficou furioso, e Obá, percebendo que havia sido enganada, entrou numa violenta luta corporal com Oxum . Mais irritado ainda, Xangô fez explodir todo o seu furor. As duas mulheres, apavoradas, fugiram e se transformaram nos rios que levam seus nomes. No ponto onde esses rios se encontram, existem corredeiras e as ondas se agitam, numa lembrança da antiga disputa entre elas.

O  HOMEM  DE  OBÁ

O homem de Obá geralmente é alto, de boa aparência, atraente, comunicativo e narcisista. Ele não acredita que alguém possa amá-lo mais do que ama a si próprio. Isto porque ele ele descobriu seu corpo desde criança e por tal motivo passou a ter auto-admiração tornando-se aparentemente invulnerável até que apareça alguém que lhe mostre o que ele pensa sobre si. Por ser normalmente um homem socialmente realizado, costuma encastelar-se no que diz respeito ao campo sentimental. Desafiá-lo para coisas que nunca tenha feito, parece uma boa tática para se começar. Uma praia não muito frequentada, um barzinho distante e qualquer lugar que a pessoa possa ficar com ele. Sexualmente é um homem difícil pois aprendeu desde cedo a admirar-se e, por conseguinte, a não depender de ninguém nessa área. Portanto ele é virtualmente passivo. Deve-se elogiar seu corpo bonito e em seguida conquistá-lo com amor mais louco que se possa fazer. Pronto, ele está definitivamente conquistado um dos homens mais difíceis na área sentimental.

A  MULHER  DE  OBÁ

A mulher de Obá carrega consigo um dos maiores mistérios da origem humana. Ela é ao mesmo tempo uma guerreira, uma ninfa e uma serpente. Mesmo que ela tenha nascido no interior, sempre procurará um meio de se aproximar do litoral e, uma vez nele, procurará estabelecer o seu domínio em ilhas, penínsulas e praias abertas. Traz geralmente traços inconfundíveis em sua aparência. Os cabelos são longos, ou curtos no estilo "batidinho". Se for magra, realça uma forma acentuada de cintura e quadris, se for cheia, realça da mesma forma suas medidas. Em uma festa, ela age de duas maneiras específicas: ou destaca-se e atrai a atenção de todos ou retrai0se à espera de uma oportunidade de centralizar atenções. Por ser uma mulher diferente, gosta de colecionar experiências, as vezes desastrosas por causa de seu temperamento dominante. Seus pontos fracos são a projeção social, as festas nas quais possa se destacar e homens inteligentes. Jamais se ligará definitivamente a um homem medíocre, pois adora ser desafiada constantemente

  

Dia: Quarta-Feira

Número: 15

Côres: Rosa, coral, branco e marfim

Comida: Batata-da-Terra cozida em azeite doce e Amalá

Saudação: Obá Xiré Yá!

Domínio: Terra, ventos, redemoinhos

 

 

Compartilhar nas redes sociais

Rádio Nocaute

  • CANTIGA DESTE ORIXÁ
  • LINK DO MP3 https://www.itamardeogum.com.br/portal/images/mp3/cantigas/oba.mp3

NANÃ

 

Divindade exclusiva da cultura Fanti-Ashanti, adotada posteriormente pela cultura yorubana. É a mais antiga Ayabá, originária da cidade de Late, em Gana. Nanã conserva consigo o segredo da criação do homem e da própria essência da vida, representando a memória transcedental do ser humano e seus antepassados. Sua origem lendária parece estar ligada aos povos que habitaram a África antes da chegada de Oduduwá. Por isso ela é a dona das águas paradas e dos pântanos, numa referencia às águas primordiais de onde Orunmilá criou a Terra. Nanan detêm o poder sobre os Eguns juntamente com Oyá e é a mãe de Xapanan.

O HOMEM  DE  NANÃ

De cada 500 homens que nascem, apenas um é filho de Nanan. Esta "estatística" já mostra que este é um tipo de pessoa especial do ponto de vista sentimental. É um homem bom, carinhoso, amigo e mão aberta quando se trata de cercar seu amor de cuidados. E isso é coerente com ele que gosta do que é belo, principalmente no que diz respeito à produção visual e é fã de uma vida social movimentada. Sexualmente, prefere parceiras passionais e precisa se sentir bastante desejado. Gosta de perceber se a pessoa amada sente ciúme dele mas não costuma ser feliz no primeiro amor, geralmente por culpa da pessoa com quem viveu. É certo também que tentará de tudo para conservar seu relacionamento e só desistirá dele quando sentir que não há mais saída .

A MULHER  DE  NANÃ

Capaz de tudo por um amor, embora na maior parte das vezes não demonstre isso à primeira vista, a filha de Nanan esconde também o seu lado erótico e sensual. Quem a vê, com aparência tranquila e distraída não imagina que para ela, sexo é uma prática sem limites. Seus pontos fracos são o ventre e os quadris, mas ela só revelará estes e outros segredos íntimos a um homem em quem confiar. E ele deverá preencher alguns requisitos: ser inteligente como ela, delicado, educado e um bom papo. Ela odeia o gênero machão, que a fará extremamente infeliz. O homem que a conquistar não terá do que se queixar: a mulher de Nanan é cúmplice e companheira em tudo e o fará muito feliz .

  

Dia: Terça-feira e Sábado

Número: 13

Côres: violeta, azul e branco rajado

Comida: Feijão fradinho cozido com mel

Saudação: Saluba Nanã, Axé!

Domínio: Pântanos,, igapós, charcos, lama

 

 

Compartilhar nas redes sociais

Rádio Nocaute

  • CANTIGA DESTE ORIXÁ
  • LINK DO MP3 https://www.itamardeogum.com.br/portal/images/mp3/cantigas/nana.mp3

YANSÃ

 

Senhora da Tarde, dona dos espíritos. Senhora dos raios e das tempestades. Oyá, mais conhecida no Brasil como Yansã, foi uma princesa real na cidade de Irá, na Nigéria em 1450a.C.. Sobrinha-neta do rei Elempe e neta de Torossi(mãe de Xangô), conquistou com valentia, coragem e dedicação seu caminho para o trono de Oyó. Conhecedora de todos os meandros da magia encantada, nunca se deixou abater por guerras, problemas e disputas. Foi mulher de seu primo Xangô e ajudou-o a conquistar vários reinos anexados ao Império Yorubano. Porém, abandonou-o em defesa de sua cidade natal, disposta a enfrentá-lo. Oyá é a menina dos olhos de Oxalá, seu protetor, e a única divindade que entra no Ibalé dos Eguns(mortos).

O  HOMEM  DE  YANSÃ

O filho de Oyá é como o vento: instável e volúvel, e isso, em termos afetivos, significa que ele gostará definitivamente de uma pessoa. Agitado, apesar de não demonstrar, tem uma vida sensual e sexual extremamente inconstante, porque pula de um relacionamento para outro, na ânsia de conseguir tudo ao mesmo tempo. Seu maior prazer é viajar, conhecer gente e locais diferentes, sair fora da rotina. Adora festas, principalmente aquelas onde podrá mostrar que dança bem. Quem gosta de uma vida agitada, onde a palavra de ordem é a aventura, encontra nele o parceiro ideal. Só que, apesar de ativo sexualmente, precisa ser estimulado por uma parceira criativa.

A  MULHER  DE  YANSÃ

A mulher de Iansã é sempre aceita e admirada onde quer que vá. Não é do tipo que faz charme quando esta a fim de alguém: declara-se logo abertamente, da mesma forma que é rapidíssima para dar o fora em alguém. Nunca lhe faltarão admiradores, já que é dona de uma beleza natural que é a chave do seu sucesso. Não é vaidosa, mas se necessário, sabe se vestir e se comportar como uma rainha. Para estar ao seu lado, o homem precisa ser inteligente, bonito, sóbrio, bom papo e de preferência, místico. É uma mulher super ativa sexualmente e disposta a tudo para manter seu romance.

 

Dia: Quarta-feira

Número: 09 - 11

Côres: Vermelho, Branco com rosa

Comida: acarajé, romã, acarajé feito com feijão branco(ecuru).

Saudação: Eparrei  Oyá, Yá  Messorum

Domínio: Vento, ossários, cumes, jardins

 

 

Compartilhar nas redes sociais

Rádio Nocaute

  • CANTIGA DESTE ORIXÁ
  • LINK DO MP3 https://www.itamardeogum.com.br/portal/images/mp3/cantigas/yansa.mp3
Pagina 2 de 4

Please publish modules in offcanvas position.